Sábado
17 de Fevereiro de 2018 - 
Telefone: (21) 2524-4508
Telefone 24 horas: (21) 99627-5880
Fax: (21) 2569-8487
WhatsApp/Telegram: (21) 99627-5880
Endereço: Rua Barão de Mesquita, 133, sobrado, parte, Tijuca, Rio de Janeiro, RJ, CEP ...

Controle de Processos

Webmail

Newsletter

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro,...

Máx
33ºC
Min
23ºC
Possibilidade de Chu

Domingo - Rio de Janei...

Máx
34ºC
Min
22ºC
Pancadas de Chuva a

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,24 3,24
EURO 4,03 4,03
LIBRA ES ... 4,54 4,55
GUARANI 0,00 0,00

Últimas notícias

Violência doméstica: estudo analisa atendimento judicial no Piauí

O Núcleo Multidisciplinar do Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher, do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI), realizou uma pesquisa quantitativa referente às estatísticas sobre os motivos dos estudos psicossociais determinados pelos magistrados. Segundo a Assistente Social, Daliane Fontenele foram analisados 88 Laudos Técnicos e 17 Relatórios Informativos, elaborados no ano de 2015; 158 Laudos Técnicos e 39 Relatórios Informativos, elaborados no ano de 2016; e 269 Laudos Técnicos e 75 Relatórios Informativos, elaborados no ano de 2017, pelas Assistentes Sociais e Psicólogas servidoras do TJ-PI. Os cinco motivos mais determinados pelos (as) magistrados (as), nos anos de 2015, 2016 e 2017, para realização de Estudos Psicossociais foram:EM 20151º) Melhor verificação quanto à real necessidade da concessão das Medidas Protetivas de Urgência, notadamente a de afastamento do acusado do lar;2º) Melhor embasamento quanto à necessidade ou não da manutenção das Medidas Protetivas de Urgência deferidas, notadamente quanto à medida de afastamento do acusado do lar;3°) Melhor convencimento quanto à necessidade de deferimento das Medidas Protetivas de Urgência requeridas;4º) Verificação quanto à necessidade da manutenção das Medidas Protetivas de Urgência deferidas;5º) Melhor verificação quanto ao pedido de afastamento do acusado do lar.EM 20161º) Melhor verificação quanto à real necessidade da concessão das Medidas Protetivas de Urgência, notadamente a de afastamento do acusado do lar;2°) Melhor convencimento quanto à necessidade de deferimento das Medidas Protetivas de Urgência requeridas;3º) Melhor verificação quanto ao pedido de afastamento do acusado do lar;4º Melhor embasamento quanto à necessidade ou não da manutenção das Medidas Protetivas de Urgência deferidas, notadamente quanto à medida de afastamento do acusado do lar;5º Verificação quanto à necessidade da manutenção das Medidas Protetivas de Urgência deferidas; Aferir necessidade de suspensão do direito de visitas em relação ao (s) filho (s) menor (es).EM 20171º) Melhor verificação quanto à real necessidade da concessão das Medidas Protetivas de Urgência, notadamente a de afastamento do acusado do lar;2° Melhor convencimento quanto à necessidade de deferimento das Medidas Protetivas de Urgência requeridas;3º Análise da situação após o cumprimento das Medidas Protetivas de Urgência, principalmente a de afastamento do acusado do lar;4º Melhor verificação quanto ao pedido de afastamento do acusado do lar;4º Melhor embasamento quanto à necessidade ou não da manutenção das Medidas Protetivas de Urgência deferidas, notadamente quanto à medida de afastamento do acusado do lar;5º Averiguar a atual situação vivida pela vítima.Alguns outros motivos determinados nos referidos anos, com menor frequência, foram: aferir necessidade de prestação de alimentos provisionais em favor do(s) filho(s) menor(es); aferir a atual realidade vivida pela vítima, antes da análise do Pedido de Prisão Preventiva; estudo do caso com a finalidade de embasar a(o) Magistrada(o) na melhor análise/esclarecimento dos fatos relatados nos autos; estudo do caso com o fito de embasar a opinião Ministerial, dentre outros.
09/02/2018 (00:00)
Visitas no site:  128478
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.