Quarta-feira
17 de Outubro de 2018 - 
Telefone: (21) 2524-4508
Telefone 24 horas: (21) 99627-5880
Fax: (21) 2569-8487
WhatsApp/Telegram: (21) 99627-5880
Endereço: Rua Barão de Mesquita, 133, sobrado, parte, Tijuca, Rio de Janeiro, RJ, CEP ...
CASTRO MAGALHÃES SOCIEDADE INDIVIDUAL DE ADVOCACIA

Controle de Processos

Webmail

Newsletter

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro,...

Máx
30ºC
Min
19ºC
Pancadas de Chuva a

Quinta-feira - Rio de ...

Máx
32ºC
Min
19ºC
Pancadas de Chuva

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,71 3,71
EURO 4,30 4,30
LIBRA ES ... 4,90 4,90
GUARANI 0,00 0,00

Endereço

+55 (21) 2524-4508+55 (21) 2569-8487 FAX+55 (21) 99627-5880

Últimas notícias

Trabalhos dos magistrados são destaque do Prêmio AMAERJ Patrícia Acioli de Direitos Humanos

Juiz Rodrigo de Castro Ferreira (TJ-GO) recebe prêmio pelo Programa Rede Mulher em Paz | FOTO: Marcelo Regua O 6º Prêmio AMAERJ Patrícia Acioli de Direitos Humanos consagrou três trabalhos de magistrados que buscam promover Direitos Humanos e Cidadania em diferentes regiões do Brasil. O Programa Rede Mulher em Paz, do juiz Rodrigo de Castro Ferreira, do Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO), é o grande campeão da edição de 2017. Leia mais: Veja os vencedores do 6º Prêmio AMAERJ Patrícia Acioli de Direitos Humanos O titular do Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher está à frente do projeto que visa prevenir, reprimir e erradicar a violência doméstica e familiar contra a mulher. O objetivo é preservar a integridade física, psíquica, sexual, moral e patrimonial da vítima e conscientizar o ofensor, para transformar a realidade social. A ação contribui com o fortalecimento da Rede de Proteção da Mulher, atendendo a Meta Nacional 8 de 2017 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e aplicar a Lei Maria da Penha, oferecendo o amparo às vítimas de violência doméstica e familiar, bem como a punição e restauração dos ofensores. Para tanto, o programa privilegia o conceito de “justiça multiportas” para aplicação de métodos alternativos de resolução de conflitos. “O Programa Rede Mulher em Paz [é] uma ferramenta objetiva e eficaz de melhor abordagem, enfrentamento e solução dos conflitos inerentes à violência doméstica e familiar contra a mulher”, descreve o autor do projeto. Sul O Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) conquistou o segundo e terceiro lugares do 6º Prêmio AMAERJ Patrícia Acioli de Direitos Humanos. O Programa Justiça, coordenado pela desembargadora Joeci Machado Camargo, e o Projeto de Combate à Evasão Escolar, promovido pelo juiz Carlos Eduardo Mattioli Kockanny se destacaram entre os 14 trabalhos de magistrados. O projeto da desembargadora leva magistrados, promotores, defensores públicos e advogados voluntários aos bairros mais distantes do centro da cidade e às comarcas do interior com maior demanda reprimida e menor acesso ao Poder Judiciário. Em 2016 foram realizados 45 eventos itinerantes pelos bairros da região metropolitana de Goiânia e pelo interior do Estado de Goiás. “A prática leva cidadania à população marginalizada, conferindo-a a efetiva capacidade de acesso ao judiciário e regularização dos instrumentos de sua cidadania”, relata o trabalho da desembargadora Joeci Machado Camargo. Já o titular da Vara da Infância e Juventude, busca incrementar a rede de atendimento e proteção às crianças e adolescentes para combater os altos índices de evasão escolar e garantir o direito fundamental à educação escolar. Para isso, procura identificar situações que impeçam a permanência, o acesso e sucesso de jovens nas redes de ensino nos municípios. Leia também: Magistrados premiam vencedores do 6º Prêmio AMAERJ Patrícia Acioli de Direitos Humanos Prêmio AMAERJ Patrícia Acioli reúne trabalhos acadêmicos, humanitários e jurídicos Reportagens de Época, Globonews, Record, Repórter Brasil e Tribuna do Ceará são finalistas do Prêmio A desembargadora Joeci Machado Camargo, coordena o Projeto Justiça | FOTO: Marcelo Regua O juiz Carlos Eduardo Mattioli Kockanny trabalha no Combate à Evasão Escolar | FOTO: Marcelo Regua
Visitas no site:  180034
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.