Domingo
23 de Setembro de 2018 - 
Telefone: (21) 2524-4508
Telefone 24 horas: (21) 99627-5880
Fax: (21) 2569-8487
WhatsApp/Telegram: (21) 99627-5880
Endereço: Rua Barão de Mesquita, 133, sobrado, parte, Tijuca, Rio de Janeiro, RJ, CEP ...
CASTRO MAGALHÃES SOCIEDADE INDIVIDUAL DE ADVOCACIA

Controle de Processos

Webmail

Newsletter

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro,...

Máx
30ºC
Min
21ºC
Parcialmente Nublado

Segunda-feira - Rio de...

Máx
31ºC
Min
23ºC
Parcialmente Nublado

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 4,07 4,07
EURO 4,78 4,78
LIBRA ES ... 5,32 5,32
GUARANI 0,00 0,00

Endereço

+55 (21) 2524-4508+55 (21) 2569-8487 FAX+55 (21) 99627-5880

Últimas notícias

Salomão fala sobre novas ferramentas de mediação de conflitos no 6º Fonamec

Milton Fernandes de Souza (TJ-RJ), Daldice Maria Santana de Almeida (CNJ), Luis Felipe Salomão (STJ) e Cesar Cury (Fonamec) | FOTO: Rosane Naylor/Emerj Como equilibrar os avanços tecnológicos e o crescimento das redes sociais com o direito à privacidade e à personalidade. Para o ministro Luis Felipe Salomão, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), a conciliação, mediação, negociação e arbitragem são as melhores ferramentas para solução de conflitos. Salomão fez a palestra de abertura do segundo dia do 1º Congresso Internacional sobre Inovação e Mediação e do 6º Fonamec (Fórum Nacional da Mediação e Conciliação), nesta quinta-feira (8). Presidente da comissão que criou o Marco Legal da Mediação (Lei 13.140/15), ele falou sobre “Pós-Modernidade, Inovação, Direito e Solução de Conflitos”. “No mundo virtual surgem os conflitos que os operadores do Direito têm que mediar, conciliar e tratar. As ferramentas convencionais já não funcionam mais. As fórmulas normais de negociação, conciliação, mediação e arbitragem funcionaram bem e se desenvolvem até aqui. Mas temos que ir além, pensar em outras ferramentas para se fazer frente a esse tipo de conflito numa sociedade absolutamente massificada”, afirmou o ministro. Leia também: Mediação é fundamental para a Justiça moderna, destacam magistrados do Rio ‘Uso predatório faz Justiça ser como SAC de grandes empresas’, afirma ministro do STJ Ele acrescentou que cabe ao Judiciário observar a evolução dos temas para que seus membros estejam aptos a julgar. Também é necessário, enumerou o ministro, fomentar, acentuar e fazer com que as técnicas extrajudiciais de solução de conflito se desenvolvam, assim como promover a gestão interna nos tribunais. Salomão ressaltou que o Tribunal tem um acervo de 30 milhões de processos, muitos dos quais poderiam ser concluídos com a aplicação de técnicas extrajudiciais. Levantamento feito pelos ministros da 2ª Sessão do STJ aponta que 40% das ações são relacionadas a bancos (expurgos não foram contabilizados) e planos de saúde. “As primeiras ferramentas estão nascendo: Lei da Mediação, Lei da Arbitragem Ampliada, Novo CPC. Isso muda todo o conceito, a ideia e a abordagem do tema, além de mudar a mentalidade das pessoas. Os Nupemecs (Núcleos Permanentes de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos) e Cejuscs (Centros de Mediação e Conciliação) são casos de sucesso, que já funcionam maravilhosamente bem. Precisamos levar essas técnicas também para o mercado privado que já tem a arbitragem, recentemente ampliada para os contratos firmados com a administração pública. Mas ainda é pouco para as demandas de massa e as novas demandas que surgirão”, descreveu Salomão. O ministro citou técnicas de solução de conflito aplicadas mundo afora que podem ser adaptadas para a realidade nacional. Entre elas, a atuação de Procons e agências reguladoras, assinatura de Termos de Ajustamento de Conduta (TACs), uso de mediação on-line, acréscimo da cláusula de mediação em contratos, ensino de disciplina sobre soluções extrajudiciais de conflitos nas grades universitárias, tribunal multiportas, entre outras. Salomão comentou sobre o caso da empresa de telefonia Oi, conduzido pelo juiz Fernando Viana. “A mediação das negociações da companhia com os credores pode ter salvado a empresa. Tenho certeza que vai virar exemplo para o mundo”.
Visitas no site:  175371
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.