Terça-feira
16 de Janeiro de 2018 - 
Telefone: (21) 2524-4508
Telefone 24 horas: (21) 99627-5880
Fax: (21) 2569-8487
WhatsApp/Telegram: (21) 99627-5880
Endereço: Rua Barão de Mesquita, 133, sobrado, parte, Tijuca, Rio de Janeiro, RJ, CEP ...

Controle de Processos

Webmail

Newsletter

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro,...

Máx
36ºC
Min
22ºC
Pancadas de Chuva a

Quarta-feira - Rio de ...

Máx
36ºC
Min
23ºC
Poss. de Panc. de Ch

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,20 3,20
EURO 3,92 3,92
LIBRA ES ... 4,41 4,41
GUARANI 0,00 0,00

Últimas notícias

Justiça do Amazonas adota politica de descarte de papel

O Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) firmou acordo de cooperação técnica com a Cooperativa de Trabalho de Produção Aliança de Catadores de Resíduos Recicláveis do Estado do Amazonas, para que a mesma receba os papéis eliminados no Arquivo Central “Júlia Mourão de Brito” pela Comissão Permanente de Avaliação de Documentos, e proceda a reciclagem desse material. Até o final deste mês, mais de 14 mil processos físicos oriundos de Juizados e de Varas da Dívida Ativa Municipais e Estaduais já deverão ser encaminhados para a reciclagem. O Termo de Cooperação Técnica está em vigor, com prazo de 12 meses (prorrogável) e não envolve transferência de recursos. De acordo com o juiz Ronnie Frank Stone, presidente da Comissão Permanente de Avaliação de Documentos, o convênio é importante para “assegurar que o tribunal possa fazer o descarte sem agredir o meio ambiente, dentro das normas estabelecidas no País, pois esse tipo de serviço deve ser realizado segundo conceitos de proteção”. Com isto, a cooperativa oferece suporte para o descarte de maneira a evitar que o material seja eliminado em lixeira qualquer e sem tratamento adequado, mas com os cuidados necessários para que os processos físicos sejam triturados, sem exposição à visibilidade de qualquer pessoa, diz o magistrado. “Nosso objetivo é melhor destinar os processos judiciais findos, autos judiciais físicos digitalizados (ambos oriundos da avaliação) e as petições iniciais e intermediárias (oriundas das varas e unidades organizacionais, secretarias e câmaras) respeitando o meio ambiente e o plano de logística sustentável do TJAM, estipulado pelo CNJ”, afirma o servidor Manoel Pedro de Souza Neto, gerente do Arquivo Central do Tribunal de Justiça do Amazonas, em substituição. Volume O Arquivo Central deve encaminhar para descarte 14.147 processos físicos oriundos de Juizados e de Varas da Dívida Ativa Municipais e Estaduais, ao final do mês de novembro. Trata-se de processos já avaliados pela comissão, que já expiraram o prazo de guarda pela tabela de temporalidade, conforme prevê a legislação, e passaram por todo processo de gestão documental, que inclui a publicação de edital para partes e advogados se manifestarem. A meta da equipe do Arquivo Geral é fazer eliminação de quatro em quatro meses e a próxima eliminação deverá ser de aproximadamente 24 mil processos da Vara da Dívida Ativa Municipal. Antes da cooperativa, o tribunal tinha um Termo de Cooperação que vigorou por cinco anos com uma empresa que recolhia o material e revertia os valores obtidos para a Associação Amazonense de Portadores de Necessidades Especiais, por uma orientação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) de destinar valor da venda à associações sem fins lucrativos. Para o termo atual, a escolha da cooperativa de trabalho ocorreu visando o cumprimento da legislação sobre reciclagem, após análise de várias cooperativas que fazem trabalho com catadores, e identificação da entidade regulamentada junto à Prefeitura, com as certidões exigidas e em pleno funcionamento, de acordo com o gerente do arquivo. Segundo o acordo, a cooperativa deverá realizar a coleta, transporte, pesagem e demais etapas necessárias à reciclagem dos documentos eliminados; efetuar o recebimento, tratamento ou aproveitamento do material; abster-se de dar outra destinação aos materiais recebidos, que não seja a reciclagem, entre outras obrigações.
10/11/2017 (00:00)
Visitas no site:  122266
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.