Terça-feira
11 de Dezembro de 2018 - 
Telefone: (21) 2524-4508
Telefone 24 horas: (21) 99627-5880
Fax: (21) 2569-8487
WhatsApp/Telegram: (21) 99627-5880
Endereço: Rua Barão de Mesquita, 133, sobrado, parte, Tijuca, Rio de Janeiro, RJ, CEP ...
CASTRO MAGALHÃES SOCIEDADE INDIVIDUAL DE ADVOCACIA

Controle de Processos

Webmail

Newsletter

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro,...

Máx
33ºC
Min
21ºC
Parcialmente Nublado

Quarta-feira - Rio de ...

Máx
33ºC
Min
22ºC
Poss. de Panc. de Ch

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,91 3,91
EURO 4,46 4,46
LIBRA ES ... 4,94 4,94
GUARANI 0,00 0,00

Endereço

+55 (21) 2524-4508+55 (21) 2569-8487 FAX+55 (21) 99627-5880

Últimas notícias

Judiciário vai às escolas em Marabá

A coordenadora estadual de mulheres em situação de violência doméstica e familiar do Tribunal de Justiça do Pará, desembargadora Diracy Nunes Alves, fez a abertura da 10ª edição da campanha nacional Justiça pela Paz em Casa nesta segunda-feira, 5, em Marabá, no sudeste do Estado, onde houve a assinatura do acordo de cooperação técnica com a Secretaria Municipal de Educação do município para a implantação do projeto “Judiciário na Escola - unindo esforços no enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher”, que leva às redes públicas de ensino do Estado – na capital e agora em Marabá – reflexões sobre a violência de gênero contra as mulheres, relações abusivas e outros temas relacionados ao empoderamento feminino e à igualdade entre os sexos. Pelo convênio de cooperação técnica assinado entre o TJPA e a Secretaria Municipal de Educação de Marabá, aproximadamente 45 escolas trabalharão a temática da violência doméstica contra a mulher de forma transversal com os alunos. A equipe da Coordenadoria da Mulher do TJPA capacitará professores e diretores sobre o tema da violência doméstica, abordando o ciclo e as formas de violência, nos moldes do que já vem sendo feito em Belém, a partir de um acordo com Seduc. Em Marabá, participaram da abertura da abertura da Semana da Justiça pela Paz em Casa, o prefeito Sebastião Miranda Filho; o secretário de Educação, Luciano Lopes Dias; o juiz titular da 3ª vara Criminal de Marabá, Alexandre Arakaki; o promotor de Justiça da Promotoria de Violência contra a Mulher, Samuel Furtado; o juiz titular do Fórum de Marabá, Marcelo Andrei; a representante da Ordem dos Advogados do Brasil – seção Pará, Cláudia Chini; a vice-presidente da Câmara de Marabá, vereadora Priscila Veloso. A assinatura do acordo de cooperação técnica foi precedida por uma palestra da desembargadora Diracy Nunes Alves, que fez um breve histórico sobre a luta das mulheres por sua emancipação, destacando particularmente a situação das mulheres brasileiras. A campanha nacional da Justiça pela Paz em Casa foi institucionalizada pela ministra Carmem Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), para assegurar medidas constantes de combate à violência doméstica e familiar contra a mulher a partir de uma prestação jurisdicional eficiente e célere. Audiências, prolação de sentenças, decisões e despachos são alguns dos procedimentos que serão realizados no período.
Fonte:
TJ Para
05/03/2018 (00:00)
Visitas no site:  190716
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.