Sábado
23 de Junho de 2018 - 
Telefone: (21) 2524-4508
Telefone 24 horas: (21) 99627-5880
Fax: (21) 2569-8487
WhatsApp/Telegram: (21) 99627-5880
Endereço: Rua Barão de Mesquita, 133, sobrado, parte, Tijuca, Rio de Janeiro, RJ, CEP ...
CASTRO MAGALHÃES SOCIEDADE INDIVIDUAL DE ADVOCACIA

Controle de Processos

Webmail

Newsletter

Previsão do tempo

Domingo - Rio de Janei...

Máx
24ºC
Min
20ºC
Chuva

Segunda-feira - Rio de...

Máx
21ºC
Min
17ºC
Chuvas Isoladas

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,74 3,74
EURO 4,37 4,37
LIBRA ES ... 5,00 5,00
GUARANI 0,00 0,00

Endereço

+55 (21) 2524-4508+55 (21) 2569-8487 FAX+55 (21) 99627-5880

Últimas notícias

Desembargadora Suely Lopes é homenageada na Alerj no Dia Internacional da Mulher

A desembargadora do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) Suely Lopes Magalhães, presidente da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica (COEM), recebeu, nessa quinta-feira, dia 8, o Diploma Mulher Cidadã – Leolinda de Figueiredo Daltro, na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). A homenagem foi entregue pela deputada Enfermeira Rejane, no Plenário do Palácio Tiradentes. O diploma foi instituído em 2003 a fim de premiar mulheres que contribuem para a defesa dos diretos das mulheres. A cerimônia de entrega dos diplomas sempre é realizada no dia 8 de março, data que celebra o Dia Internacional das Mulheres. A desembargadora Suely destacou o simbolismo e a importância da data. Ao receber a homenagem, a magistrada destacou o empenho e os projetos da Justiça fluminense para garantir os direitos das mulheres. “Estou muito orgulhosa pela homenagem, que é também um reconhecimento de toda luta do Tribunal de Justiça. Com a Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica estamos fazendo um trabalho profícuo ao proteger e defender as mulheres. Esse prêmio é nosso, compartilho com todas as mulheres”, afirmou em seu discurso. A juíza Adriana Ramos de Mello, titular do 1º Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, compôs a mesa e exaltou o trabalho de mulheres na luta por igualdade e respeito. Ao comentar a importância da sororidade, a união entre mulheres, a magistrada ressaltou a parceria entre o TJRJ e a Alerj para superar os desafios de uma sociedade machista. “A gente conhece histórias de dor, ficamos cansadas com o patriarcado, mas não podemos desistir. Precisamos nos unir e sermos aliadas para enfrentar os preconceitos e as dificuldades do cotidiano. Ao ver a atuação das mulheres no Legislativo, torço para que o Judiciário e a Assembleia Legislativa sejam cada vez mais parceiros nessa luta”, destacou. A vice-presidente do TJ do Rio, desembargadora Elisabeth Filizola, que também compunha a mesa, parabenizou a desembargadora Suely Lopes ao afirmar que a homenagem engrandece a sua carreira. Em um dia de memória, comemoração e luta, a desembargadora fez um discurso para exaltar as mulheres. “Nós podemos chegar aonde quisermos. Temos poder, garra, educação para conquistarmos nosso espaço e nos tornamos exemplos para que outras possam fazer o mesmo caminho. Esse é um dia para celebrar nossas conquistas e parabenizo a desembargadora Suely pela carreira na luta pelos direitos das mulheres”, destacou. Também participaram da mesa as deputadas estaduais Daniele Guerreiro e Marcia Jeovani, Daniele Calheiros e Inês Pandeló, consultoras do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher, e Helena Pitagibe, presidente da União Brasileira de Mulheres. JGP/SF Fotos: Luis Henrique Vicent/TJRJ
08/03/2018 (00:00)
Visitas no site:  154413
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.