Terça-feira
11 de Dezembro de 2018 - 
Telefone: (21) 2524-4508
Telefone 24 horas: (21) 99627-5880
Fax: (21) 2569-8487
WhatsApp/Telegram: (21) 99627-5880
Endereço: Rua Barão de Mesquita, 133, sobrado, parte, Tijuca, Rio de Janeiro, RJ, CEP ...
CASTRO MAGALHÃES SOCIEDADE INDIVIDUAL DE ADVOCACIA

Controle de Processos

Webmail

Newsletter

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro,...

Máx
33ºC
Min
21ºC
Parcialmente Nublado

Quarta-feira - Rio de ...

Máx
33ºC
Min
22ºC
Poss. de Panc. de Ch

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,91 3,91
EURO 4,46 4,46
LIBRA ES ... 4,94 4,94
GUARANI 0,00 0,00

Endereço

+55 (21) 2524-4508+55 (21) 2569-8487 FAX+55 (21) 99627-5880

Últimas notícias

Desembargadora Suely Lopes é homenageada na Alerj no Dia Internacional da Mulher

A desembargadora do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) Suely Lopes Magalhães, presidente da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica (COEM), recebeu, nessa quinta-feira, dia 8, o Diploma Mulher Cidadã – Leolinda de Figueiredo Daltro, na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). A homenagem foi entregue pela deputada Enfermeira Rejane, no Plenário do Palácio Tiradentes. O diploma foi instituído em 2003 a fim de premiar mulheres que contribuem para a defesa dos diretos das mulheres. A cerimônia de entrega dos diplomas sempre é realizada no dia 8 de março, data que celebra o Dia Internacional das Mulheres. A desembargadora Suely destacou o simbolismo e a importância da data. Ao receber a homenagem, a magistrada destacou o empenho e os projetos da Justiça fluminense para garantir os direitos das mulheres. “Estou muito orgulhosa pela homenagem, que é também um reconhecimento de toda luta do Tribunal de Justiça. Com a Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica estamos fazendo um trabalho profícuo ao proteger e defender as mulheres. Esse prêmio é nosso, compartilho com todas as mulheres”, afirmou em seu discurso. A juíza Adriana Ramos de Mello, titular do 1º Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, compôs a mesa e exaltou o trabalho de mulheres na luta por igualdade e respeito. Ao comentar a importância da sororidade, a união entre mulheres, a magistrada ressaltou a parceria entre o TJRJ e a Alerj para superar os desafios de uma sociedade machista. “A gente conhece histórias de dor, ficamos cansadas com o patriarcado, mas não podemos desistir. Precisamos nos unir e sermos aliadas para enfrentar os preconceitos e as dificuldades do cotidiano. Ao ver a atuação das mulheres no Legislativo, torço para que o Judiciário e a Assembleia Legislativa sejam cada vez mais parceiros nessa luta”, destacou. A vice-presidente do TJ do Rio, desembargadora Elisabeth Filizola, que também compunha a mesa, parabenizou a desembargadora Suely Lopes ao afirmar que a homenagem engrandece a sua carreira. Em um dia de memória, comemoração e luta, a desembargadora fez um discurso para exaltar as mulheres. “Nós podemos chegar aonde quisermos. Temos poder, garra, educação para conquistarmos nosso espaço e nos tornamos exemplos para que outras possam fazer o mesmo caminho. Esse é um dia para celebrar nossas conquistas e parabenizo a desembargadora Suely pela carreira na luta pelos direitos das mulheres”, destacou. Também participaram da mesa as deputadas estaduais Daniele Guerreiro e Marcia Jeovani, Daniele Calheiros e Inês Pandeló, consultoras do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher, e Helena Pitagibe, presidente da União Brasileira de Mulheres. JGP/SF Fotos: Luis Henrique Vicent/TJRJ
08/03/2018 (00:00)
Visitas no site:  190694
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.