Segunda-feira
20 de Novembro de 2017 - 
Telefone: (21) 2524-4508
Telefone 24 horas: (21) 99627-5880
Fax: (21) 2569-8487
WhatsApp/Telegram: (21) 99627-5880
Endereço: Rua Barão de Mesquita, 133, sobrado, parte, Tijuca, Rio de Janeiro, RJ, CEP ...

Controle de Processos

Webmail

Newsletter

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro,...

Máx
32ºC
Min
22ºC
Nublado e Pancadas d

Terça-feira - Rio de ...

Máx
28ºC
Min
23ºC
Nublado e Pancadas d

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,28 3,28
EURO 3,87 3,87
LIBRA ES ... 4,32 4,33
GUARANI 0,00 0,00

Últimas notícias

Desembargador José Joaquim da Fonseca é homenageado no Museu da Justiça

O desembargador José Joaquim da Fonseca Passos foi homenageado nesta quinta-feira (9), no Antigo Palácio da Justiça do Estado do Rio. A memória do magistrado foi celebrada com a inauguração do seu retrato na sala da Comissão de Preservação da Memória Judiciária (COMEMO), presidida por ele em 2010. Fonseca Passos foi o organizador e 1º Dirigente do Museu da Justiça. Leia mais: Museu da Justiça faz homenagem póstuma ao desembargador José Joaquim da Fonseca Passos Família, amigos e colegas de profissão homenagearam o desembargador falecido no ano passado, uma das figuras centrais na criação do Museu da Justiça – atual Centro Cultural do Poder Judiciário (CCMJ). O presidente do TJRJ, desembargador Milton Fernandes de Souza, relembrou o contato com o homenageado quando Fonseca Passos ainda ocupava a presidência do TRE-RJ. “Ele era uma pessoa admirável. No correr das eleições víamos sua simplicidade objetiva que fazia as coisas acontecerem”, recordou. Suas qualidades também foram ressaltadas pelo desembargador Elmo Guedes Arueira, representando a COMEMO. “Nossa homenagem é simples, como ele gostaria que fosse, mas que revela o mérito de um homem que conseguiu, além de sua virtude como magistrado, levar uma vida ligada à sociedade. No pensamento dele, o Museu não era para as elites, mas para ligar a Justiça à sociedade”, refletiu. “Ele foi uma pessoa importantíssima na história do judiciário no Rio de Janeiro e na criação do Museu da Justiça do estado, então a Comissão da Memória quis fazer essa singela homenagem em ter um retrato dele nesta sala”, observou a diretora do CCMJ, Sílvia Monte. Já o tributo da família foi feito por sua filha, Regina da Fonseca Passos Bittencourt, que recordou a afeição que seu pai inspirava. “Ele conseguiu reunir ao longo da vida, em qualquer ambiente, estima, respeito e admiração, um dom de poucos. Essa síntese, acho, é suficiente para reverenciá-lo como ele merece”, destacou, emocionada. O desembargador José Joaquim da Fonseca Passos foi presidente da COMEMO entre os anos de 2010 e 2012. A atual comissão é presidida pelo desembargador Décio Xavier Gama e composta pelos desembargadores Antônio Izaias da Costa Abreu, Ronald dos Santos Valladares e Orlando de Almeida Secco. Biografia Natural de Paraíba do Sul, na Região Sul do Estado, o desembargador nasceu no dia 24 de agosto de 1919. Iniciou carreira na Justiça do Estado da Guanabara em 1960, sendo nomeado juiz substituto. Três anos depois foi promovido, por merecimento, ao cargo de juiz da 10ª Vara Cível. Em dezembro de 1971 foi removido, também por merecimento, ao cargo de juiz do Tribunal de Alçada do Estado da Guanabara. Foi corregedor-geral da Justiça Eleitoral do Estado da Guanabara em 1974, tomando posse, no ano seguinte, como corregedor geral da Justiça Eleitoral do Estado do Rio de Janeiro. Em 1979 foi promovido ao cargo de desembargador, já pelo TJ do Rio. Foi membro do Conselho de Vitaliciamento, diretor da Escola Nacional da Magistratura e presidente da Associação dos Magistrados do Rio de Janeiro (Amarj). A pedido, se aposentou em 17 de agosto de 1989. Mesmo assim continuou atuando, sendo designado em 1991 para o cargo de presidente da direção colegiada do Museu da Justiça do Estado do Rio de Janeiro. De 2010 a 2012 atuou como presidente da Comissão de Preservação da Memória Judiciária do Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro. Faleceu no dia 26 de setembro de 2016. (Com informações do TJ-RJ) Leia também: Desembargadores do Rio e Mútua dos Magistrados são homenageados pela Alerj
Visitas no site:  112648
© 2017 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.