Domingo
20 de Maio de 2018 - 
Telefone: (21) 2524-4508
Telefone 24 horas: (21) 99627-5880
Fax: (21) 2569-8487
WhatsApp/Telegram: (21) 99627-5880
Endereço: Rua Barão de Mesquita, 133, sobrado, parte, Tijuca, Rio de Janeiro, RJ, CEP ...
CASTRO MAGALHÃES SOCIEDADE INDIVIDUAL DE ADVOCACIA

Controle de Processos

Webmail

Newsletter

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro,...

Máx
23ºC
Min
17ºC
Chuva pela Manh&atil

Segunda-feira - Rio de...

Máx
24ºC
Min
14ºC
Parcialmente Nublado

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,75 3,75
EURO 4,41 4,42
LIBRA ES ... 5,05 5,05
GUARANI 0,00 0,00

Endereço

+55 (21) 2524-4508+55 (21) 2569-8487 FAX+55 (21) 99627-5880

Últimas notícias

Comarca de Suzano promove segunda edição do projeto de apadrinhamento afetivo “Acolher com o Coração”

Interessados podem se inscrever a partir de 19/2. A juíza Érica Marcelina Cruz, da 1ª Vara Criminal e da Infância e Juventude de Suzano, promoveu, na última sexta-feira (2), o lançamento da segunda edição do projeto de apadrinhamento afetivo “Acolher com o Coração”, que busca alcançar pessoas dispostas a contribuir para a formação de crianças e adolescentes abrigados, privados de integrar um núcleo familiar. A iniciativa é parceria entre Tribunal de Justiça, Ministério Público, Prefeitura, Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social e Instituto Beneficente Viva a Vida. No apadrinhamento afetivo, crianças e jovens acolhidos têm a possibilidade de criar laços com pessoas interessadas em ser um padrinho/madrinha, voluntários que se dispõem a manter contato direto com o “afilhado”, podendo sair para atividades fora do abrigo, vivenciando, dessa forma, experiências que auxiliam no processo de valorização da autoestima. Ao promover a pulgação, a magistrada falou sobre a importância de se incentivar a participação de padrinhos/madrinhas e proporcionar aos jovens e crianças uma referência familiar. “O abrigo não pode se traduzir em uma ‘prisão’ para a criança maior e o adolescente que não possuem mais família de origem apta a recebê-los e não se enquadram no perfil de interessados para adoção. O objetivo do programa é alcançar crianças e adolescentes acolhidos institucionalmente para criar e estimular a manutenção de vínculos afetivos, ampliando, assim, as oportunidades de convivência familiar e comunitária.” Interessados devem se inscrever entre 19/2 e 20/4, de terça a sexta-feira, das 9h às 16h, no CREAS de Suzano (Rua Doutor Deodato Wetheimer, 174, Vila Costa). Podem se cadastrar pessoas com 21 anos ou mais, com disponibilidade afetiva, de tempo, e ambiente familiar adequado. Os casados devem obter concordância do cônjuge e o interessado não pode estar inserido no Cadastro Nacional de Adoção, bem como não pode estar envolvido em demanda judicial que envolva crianças e adolescentes em situação de risco. Poderão ser apadrinhados crianças a partir de 7 anos e adolescentes com até 17 anos de idade.
06/02/2018 (00:00)
Visitas no site:  148114
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.